“A avenida D. Afonso Henriques encontra-se cortada devido a uma plataforma elevatória instável que, ao ser deslocada para uma zona segura, rebentou um tubo hidráulico. Neste momento, estão a tentar colocá-la num sítio seguro para reparar a avaria mecânica”, revelou à Lusa fonte do CDOS.

Segundo esta fonte, o alerta foi dado pelas 15:40, mas ainda mobiliza nove bombeiros e três veículos.

Já fonte do Metro Transportes do Sul, empresa que opera este serviço em Almada, indicou que o metro não se encontra em funcionamento.

“O Metro está com limitações, não circula na zona de Almada, porque houve um problema com uma máquina que tombou e como está prestes a cair em cima da nossa cantonária, teve de ser desligada”, explicou.

A responsável da empresa indicou ainda que estão a tentar remover a plataforma “desde as 16:00” e que têm recebido “algumas queixas” de utentes, mas os clientes têm compreendido que “não é possível fazer mais”.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.