“O alerta para a ocorrência de uma explosão dentro da área militar de Tancos, no Regimento de Engenharia N.º1, foi dado às 15:09, tendo resultado um ferido grave”, disse à Lusa fonte do Comando Sub-Regional do Médio Tejo.

Segundo a mesma fonte, a vítima foi assistida no local pelos elementos da Viatura Médica de Emergência e Reanimação (VMER) do Médio Tejo e pelos Bombeiros Voluntários de Vila Nova da Barquinha, que fizeram deslocar duas viaturas para o local, tendo sido acionado um helicóptero do Algarve, estacionado em Faro.

Fonte do Exército Português confirmou à Lusa a ocorrência e disse estar a acompanhar o estado de saúde da vítima e a investigar as causas do sinistro.

Uma nota do Exército entretanto divulgada indica que o militar, que não corre perigo de vida, foi transportado "de helicóptero para a unidade de queimados do Hospital de Santa Maria", em Lisboa.

"Pelas 14:55, um militar sofreu ferimentos no braço direito e no pescoço, decorrente de trabalhos de soldagem no âmbito de preparação de viatura para treino de Inativação de Engenhos Explosivos, envolvendo munição inerte (sem explosivo)", no Regimento de Engenharia N.º 1", em Tancos, indicou o Exército

Segundo a mesma nota informativa, o militar "encontra-se estável, não correndo perigo de vida", tendo sido acionados os meios de emergência médica do INEM para o local.

Conforme "procedimento obrigatório, foi imediatamente iniciado um processo de averiguações" sobre esta ocorrência, conclui.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.