Considerada a maior feira do livro e de negócios da América Latina, a feira de Guadalajara abrirá no sábado, dia 24, e contará com uma intervenção de Graça Fonseca, mas há um programa cultural associado que arrancará dias antes e no qual a ministra estará presente.

Por ser país convidado, Portugal criou uma programação cultural para lá da literatura, com concertos, dança, teatro, exposições em vários espaços de Guadalajara.

Na quinta-feira, dia 22, Graça Fonseca inaugurará a exposição "O que dizem as paredes: Almada Negreiros e a pintua mural", no Instituto Cabañas, onde serão reveladas as tapeçarias que reproduzem os painéis que Almada Negreiros fez nos anos 1940 para a Gare Marítma de Alcântara e para a Gare da Rocha do Conde de Óbidos, pondo-os em diálogo com os murais do pintor mexicano José Clemente Orozco.

Na sexta-feira, dia 23, inauguram-se duas exposições: "Variações sobre uma tradição: Dos lenços de amor aos bordados com poesia", no Museu Regional de Guadalajara, e "Ana Hatherly e o Barroco: Num jardim feito de tinta", no Museo de las Artes.

A primeira revela a tradição dos bordados de lenços, com excertos de obras de Pedro Tamen, Herberto Helder e José Luís Peixoto, e a segunda debruça-se sobre a obra plástica e visual da autora Ana Hatherly.

A 32.ª edição da Feira do Livro de Guadalajara decorrerá até 02 de dezembro.

Portugal estará presente com mais de 40 escritores, entre os quais António Lobo Antunes, Dulce Maria Cardoso, Hélia Correia, Manuel Alegre, Lídia Jorge, Ana Margarida Carvalho, Nuno Júdice, José Luís Peixoto, Afonso Cruz e Gonçalo M. Tavares, aos quais se juntam nomes da literatura lusófona, como Germano Almeida, Mia Couto e José Eduardo Agualusa.

No encerramento oficial da feira estará o primeiro-ministro, António Costa. A sessão servirá ainda para Portugal passar o testemunho à Índia, país convidado da edição de 2019 da feira.

No México, António Costa irá estar, no dia 01 de dezembro, na cerimónia de posse do novo presidente, Andrés Lopez Obrador, que sucede no cargo a Peña Nieto.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.