Falando à margem da cerimónia de encerramento do 14.º curso de formação de novos agentes da Polícia de Segurança Pública (PSP), na Escola Prática de Polícia, em Torres Novas (Santarém), a que presidiu, Eduardo Cabrita realçou o trabalho que tem vindo a ser feito no último ano, desde os “chamados acontecimentos do Urban Beach”.

O ministro manifestou “toda a confiança na atividade operacional que está a ser desenvolvida neste momento, quer pela PSP quer pela Polícia Judiciária”, destacando a articulação que tem vindo a existir entre a PSP e as autarquias.

Em particular, referiu o “levantamento de todas as áreas de risco, identificando quase uma centena de estabelecimentos que passaram a ter no seu interior e na sua envolvente medidas de proteção especiais”, sobretudo na Grande Lisboa, no Grande Porto e no Algarve, aqui também com a GNR.

“Esse trabalho, julgo que, no balanço do último ano, globalmente, está a produzir resultados. Naturalmente, nunca poderemos evitar a existência de crimes. O que se está a registar é uma clara redução também este ano”, declarou.

Uma vítima mortal e dois feridos em desacatos junto a rulote na doca de Santo Amaro, em Lisboa
Uma vítima mortal e dois feridos em desacatos junto a rulote na doca de Santo Amaro, em Lisboa
Ver artigo

Uma pessoa foi ferida gravemente na madrugada de hoje durante uma desordem que começou no interior de um bar, na Doca de Santo Amaro, em Lisboa, e que prosseguiu no exterior, acabando por morrer no hospital.

Além desta vítima, atingida por uma arma branca, registaram-se mais dois feridos, segundo fonte do Comando Metropolitano de Lisboa da PSP.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.