Numa nota de imprensa, a Empresa Municipal de Mobilidade e Estacionamento de Lisboa (EMEL) informa que o parque resulta de um investimento de 940 mil euros “na reabilitação de um espaço que estava subaproveitado, que permitiu a conservação de um troço da muralha fernandina da cidade de Lisboa”.

“Reservado a utilização exclusiva dos moradores, o parque da Graça dispõe de 115 lugares de estacionamento para automóveis, dos quais quatro reservados a deficientes e quatro para o carregamento de veículos elétricos”, acrescenta a empresa.

Na mesma nota, a EMEL, que tem como missão a gestão da mobilidade e do estacionamento em Lisboa, adianta que o parque de estacionamento da Graça é o oitavo empresa “a abrir este ano” e o investimento contribui “para um maior bem-estar dos moradores de uma zona histórica da cidade muito pressionada pela falta” de lugares.

A abertura do parque integra a iniciativa “São Vicente Move-se”, da Junta de Freguesia de São Vicente que decorre na quinta e sexta-feira no Largo da Graça, para “sensibilizar toda a população, em particular os mais novos, para as questões da mobilidade”.

A inauguração do parque, na rua da Verónica, está marcada para as 10:00 e conta com a presença do vereador da Mobilidade e da Segurança da autarquia, Miguel Gaspar, do presidente da EMEL, Luís Natal Marques, e da presidente da Junta de São Vicente, Natalina Moura.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.