Filha de Mussolini e da mulher do chefe da brigada fascista de Milão, Bruno Curti, Elena Curti faria em 19 de outubro cem anos.

Elena Curti era um dos vários filhos ilegítimos do ditador e nasceu na véspera da ‘marcha sobre Roma’, que permitiu a Mussolini chegar ao poder em 27 de outubro de 1922 e estabelecer o regime fascista que derrubou o sistema parlamentar em Itália.

O escritor Antonio Scurati narrou, na biografia que elaborou sobre o ditador, o encontro entre o ‘duce’ e Angela Cucciati, em 1921, quando esta o procurou para pedir a libertação do marido, preso devido aos violentos distúrbios de rua ocorridos na época.

O ditador italiano Benito Mussolini, considerado o pai do fascismo e aliado de Hitler, que morreu em 1945, foi casado com Rachele Guidi, com quem teve cinco filhos - Edda, Vittorio, Bruno, Romano e Anna Maria.

Mas são conhecidas as muitas relações extraconjugais que teve com muitas mulheres, assim como os filhos ilegítimos que daí resultaram.

Elena Curti era a última filha ilegítima do ‘duce’ e desconheceu a verdadeira identidade do seu pai até os 20 anos, quando a própria mãe lhe revelou, assegurando-lhe que Mussolini também sabia.

A última filha ilegítima do ditador a ser ‘descoberta’ viveu durante quatro décadas em Espanha com o marido, o piloto militar Enrico Miranda, que morreu em 2008, e tinha regressado à sua cidade natal no início dos anos 2000.

Segundo as reconstituições históricas, Mussolini foi detido em abril de 1945 juntamente com alguns dos seus colaboradores mais leais e a sua companheira Clara Pettaci, durante uma fuga até Valtellina (norte de Itália) na qual ia vestido com um uniforme alemão, mas foi reconhecido na localidade de Dongo por um elemento da Resistência.

Benito Mussolini e Clara Pettaci foram fuzilados dias depois. Os seus corpos e os de outros cinco chefes fascistas foram expostos na praça pública em Milão, pendurados pelos pés.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.