As equipas de socorro que fizeram parte do resgate encontraram restos mortais e, “à falta de confirmação forense, pode-se dizer que o piloto morreu”, revelaram fontes do ministério, citadas pela agência Efe.

Apesar de ter dois lugares, o ministério da Defesa assegurou que apenas um instrutor viajava no C-101 da Força Aérea que se despenhou, às “09:38 locais (08:30 em Portugal) perto da localidade de La Manga, na região de Múrcia”, no sudeste do país.

O avião caiu perto de uma base da Força Aérea, em San Javier. Imagens amadores transmitidas pela imprensa espanhola mostraram o avião a cair abruptamente no mar, junto a uma praia.

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.