A ama da família, preocupada com o facto de a casa estar desocupada, deu o alarme no dia 16 de agosto. A polícia rapidamente encontrou o veículo deles no início de uma trilho de caminhada próximo na Floresta Nacional de Sierra, não muito longe do famoso Parque de Yosemite.

No dia seguinte, equipas de resgate localizaram John Gerrish, de 45 anos, a sua esposa Ellen Chung, de 31 anos, a sua filha de um ano, Miju, e o seu animal de estimação numa área remota conhecida como Devil's Gulch (Ravina do Diabo).

De acordo com o San Francisco Chronicle, o homem estava sentado ao lado de sua filha e do cão, enquanto a mãe estava mais acima no trilho.

"Uma pessoa chega no local e todos estão mortos. Não há ferimentos à bala, nenhum frasco de remédio, nem uma única pista. É um grande mistério", disse o xerife do condado de Mariposa, Jeremy Briese, ao jornal.

Segundo a imprensa norte-americana, as autópsias da família não revelaram nada de conclusivo.

É possível que as vítimas estivessem desidratadas, já que o termómetro atingiu um pico de quase 43°C no dia da sua morte. Mas isso parece improvável, pois os paramédicos confirmaram que eles estavam a carregar água.

Os investigadores agora tentam determinar se as vítimas morreram de envenenamento, seja pelo vazamento de monóxido de carbono de um poço de mineração desativado ou por toxinas libertadas por "algas azuis" que crescem num rio próximo.

Essas cianobactérias podem desenvolver-se em ambientes aquáticos desequilibrados por altas concentrações de nitrogénio e fósforo, muitas vezes sob o efeito do calor.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.