"Se [a greve] está desconvocada, a reunião é terça-feira", disse à Lusa fonte oficial do ministério liderado por Pedro Nuno Santos, sem adiantar mais informação.

Esta tarde, antes do plenário do Sindicato Nacional de Motoristas de Matérias Perigosas (SNNMP), em Aveiras de Cima, no qual os trabalhadores decidiram desconvocar a greve, o Ministério das Infraestruturas já tinha admitido uma eventual reunião, fazendo depender o encontro do fim da greve.

“Caso o plenário do sindicato desconvoque a greve, a reunião no Ministério das Infraestruturas e Habitação, terça-feira, pelas 16:00, está confirmada”, referiu a mesma fonte.

A greve dos motoristas de matérias perigosas foi hoje desconvocada, ao sétimo dia de paralisação.

No sábado, a associação das empresas de transportes de mercadorias (Antram) disponibilizou-se para integrar um processo de mediação junto da Direção-Geral do Emprego e das Relações de Trabalho, afirmando ser convicção da “associação que um processo de mediação, realizado em clima de paz, poderá conduzir à solução do problema”.

De seguida, o porta-voz do sindicato de motoristas de matérias perigosas, Pedro Pardal Henriques, disse ver com agrado a disponibilidade da associação, mas ressalvou ser necessário que a base de entendimento já debatida seja aceite.

A paralisação foi inicialmente convocada pelo SNMMP e pelo Sindicato Independente dos Motoristas (SIMM), mas este último desconvocou o protesto na quinta-feira à noite, após um encontro com a Antram sob mediação do Governo.

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.