“A primeira-dama Michelle Bolsonaro testou positivo para covid-19 nesta quinta-feira, 30. Ela apresenta bom estado de saúde e seguirá todos os protocolos estabelecidos”, refere o comunicado da Presidência da República do Brasil.

“A primeira-dama está sendo acompanhada pela equipa médica da Presidência da República”, acrescentam as autoridades brasileiras.

O resultado do exame de Michelle Bolsonaro saiu dias depois de o Presidente brasileiro ter anunciado que está curado da covid-19.

Bolsonaro confirmou no dia 7 de julho que tinha contraído o novo coroanvírus. O chefe de Estado passou cerca de três semanas a trabalhar e a cumprir isolamento social na sua residência oficial, o Palácio da Alvorada, em Brasília.

No último sábado, o chefe de Estado brasileiro comunicou nas redes sociais que tinha feito um teste com resultados negativos para o coronavírus e já voltou nesta semana a exercer, em pleno, as suas atividades.

O Brasil é o país lusófono mais afetado pela pandemia e um dos mais atingidos no mundo, ao contabilizar o segundo número de infetados e de mortos (mais de 2,5 milhões de casos e 90.134 óbitos), depois dos Estados Unidos.

A pandemia de covid-19 já provocou mais de 667 mil mortos e infetou mais de 17 milhões de pessoas em 196 países e territórios, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.

A doença é transmitida por um novo coronavírus detetado no final de dezembro, em Wuhan, uma cidade do centro da China.

Depois de a Europa ter sucedido à China como centro da pandemia em fevereiro, o continente americano é agora o que tem mais casos confirmados e mais mortes.

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.