"Vou responder. Não vou fazer de conta que nada está a acontecer, seria uma grande hipocrisia", disse o líder do PSD esta noite, que acrescentou que um comentário vai ser feito "em breve", não adiantando, contudo, uma data em concreto.

Sem responder quando os jornalistas perguntaram se vai ou não haver eleições diretas no partido, Rui Rio disse que vai dar uma resposta a Luís Montenegro, que o desafiou a convocar eleições diretas para a liderança do partido, mas com "calma e na devida altura".

Segundo Rio, o encontro de hoje com o Presidente da República foi pedido pelo chefe de Estado, justificando que já não falavam "pessoalmente há algum tempo".

Luís Montenegro, antigo líder parlamentar do PSD, anunciou hoje que está disponível para ser "de imediato" candidato à liderança do partido, desafiando Rui Rio a marcar eleições diretas já e a apresentar a sua própria candidatura.

O anúncio de Luís Montenegro aconteceu quando o presidente do PSD, Rui Rio, está prestes a completar um ano à frente do partido – foi eleito em 13 de janeiro contra Pedro Santana Lopes – e quando ainda falta outro para completar o seu mandato.

Entretanto, Marcelo Rebelo de Sousa já informou que vai receber Luís Montenegro, a pedido deste, na segunda-feira.

[Notícia atualizada às 21h11]

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.