De acordo com o responsável da autoridade do canal, o almirante Osma Rabie, “o canal vai funcionar 24 horas sobre 24 horas, imediatamente após o navio (encalhado) começar a flutuar”.

O mesmo responsável disse ao canal egípcio de televisão Sadaa al-Balad que vão ser “precisos três dias e meio para os navios que estão à espera” começarem a atravessar a passagem bloqueada desde terça-feira da semana passada.

Mesmo assim, Osma Rabie não precisou quando termina a operação que decorre para afastar o porta-contentores encalhado da zona onde se encontra.

Os progressos registados na madrugada desta segunda-feira foram avançados por vários meios internacionais. De acordo com a BBC e o El País, a posição navio foi corrigida em 80%, tendo-se afastado 102 metros da costa, quando até então estava apenas a quatro metros.

Estava previsto que as manobras seriam retomadas quando a maré atingisse dois metros, a sua altura máxima, por volta das 11h30 horas locais [10h30 em Lisboa], a fim de a embarcação flutuar completamente e por forma a reposicioná-la no meio do canal.

O anúncio da retoma da flutuação veio depois de ter sido feito um "progresso significativo", na sexta-feira, na zona da popa do navio, o que permitiu a sua libertação do banco de areia, incluindo o leme. Desde então, o foco foi a a remoção de areia e lama do lado de bombordo da proa do navio, e esperava-se que uma maré favorável acabasse por criar as condições ideais para a sua deslocação e respetiva reorientação.

De acordo com a Evergreen, empresa que opera o Ever Given, até domingo, tinham sido removidas mais de 20.000 toneladas de areia e lama à volta do navio que se atravessou no Canal do Suez na noite de terça para quarta-feira, bloqueando a passagem de 10% do comércio mundial e de 25% dos contentores de carga.

Atualmente, mais de 300 navios aguardam o desbloqueio do canal nas duas entradas, tanto no Mar Vermelho quanto no Mediterrâneo, embora os maiores navios tenham desviado rota para contornar África, segundo a Leth Agencies.

O Canal do Suez, no Egito, é uma das rotas intercontinental mais usadas por navios de grande porte.

[Notícia atualizada às 12:07]

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.