Numa autoestrada da Baviera (sul), dois homens que seguiam num carro morreram após uma colisão com um veículo pesado devido a chuvas gélidas, que tornaram o piso extremamente escorregadio.

As chuvas glaciais provocaram outros incidentes de menor gravidade na região de Munique (sul), atingida desde sábado por um nevão recorde que paralisou a metrópole bávara.

No leste da Alemanha, numa região montanhosa do estado (Land) de Saxe, um autocarro atingiu um limpa-neves e esbarrou contra uma árvore, provocando a morte a um criança de 10 anos que se encontrava no veículo. O motorista e uma mulher de 59 anos ficaram gravemente feridos.

Em Bade-Wurtemberg (sudoeste), uma condutora de 57 anos morreu após o seu carro embater num autocarro.

O tráfego no aeroporto de Munique, o segundo do país, permaneceu hoje fortemente perturbado. Após a interrupção da maior parte dos voos no fim de semana devido à neve, a atividade foi de novo suspensa durante várias horas devido à chuva gélida.

“Ainda existem perturbações muito significativas no tráfego aéreo”, indicou a página digital do aeroporto ao final do dia, referindo-se a uma “programação de voos fortemente reduzido devido a condições meteorológicas extremas”.

O cancelamento dos voos tem-se acumulado desde sábado nesta plataforma, por onde transitam numerosas ligações de longo curso do grupo Lufthansa, originando o bloqueio de numerosos passageiros.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.