Em comunicado, as duas entidades voltaram a apresentar “o mais sincero agradecimento” a todos os ciclistas, membros das equipas e da organização da 75.ª edição da prova.

Esta foi a quarta ronda de testes realizados na corrida espanhola, depois dos dois feitos antes do arranque da prova, em Irun, e os do primeiro dia de descanso, quando também não foi detetada nenhuma infeção pelo novo coronavírus, que provoca a covid-19.

Após 12 das 18 etapas, a edição de 2020 da Vuelta é liderada equatoriano Richard Carapaz (INEOS), com 10 segundos de vantagem sobre o esloveno Primoz Roglic (Jumbo-Visma) e 31 sobre o britânico Hugh Carthy (Education First), segundo e terceiro classificados, respetivamente.

Entre os portugueses, Nelson Oliveira (Movistar) é o mais bem classificado, ao ocupar o 46.º posto, seguido de Rui Costa (UAE Emirates), no 52.º, Ricardo Vilela (Burgos-BH), no 92.º, Ivo Oliveira (UAE Emirates), no 125.º, e Rui Oliveira (UAE Emirates), no 135.º.

Hoje disputa-se o contrarrelógio individual da 13.ª etapa, ao longo dos 33,7 quilómetros entre Muros e Mirador de Ézaro.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.