A proposta foi aprovada com os votos favoráveis do PS, CDS-PP e PCP e a abstenção dos restantes partidos, durante o segundo dia de votação na especialidade do OE2020, pela Comissão de Orçamento e Finanças.

Em causa está uma iniciativa que prevê a abertura, durante o corrente ano, dos procedimentos concursais na Polícia Judiciária (PJ) para a contratação de 30 especialistas de polícia científica.

“Fica o Governo autorizado a alargar o universo de admissões do concurso que está em aberto, podendo para o efeito constituir uma reserva de recrutamento para o período de dois anos”, refere a proposta do PS.

O reforço das admissões na PJ estava contemplado em propostas de alteração apresentadas pelo Bloco de Esquerda (BE), PCP, CDS-PP, PAN, Chega, mas nenhuma conseguiu reunir o número de votos favoráveis para passar, com o PS a votar contra todas.

A proposta do BE contemplava a abertura de concursos, em 2020, para a contratação de 100 inspetores, 50 peritos financeiros, 20 criminalistas e 25 seguranças.

Na do PCP, previa-se a contratação de 100 inspetores, 50 peritos financeiros, 30 criminalistas e 20 seguranças.

Já o CDS-PP previa um reforço de verbas até três milhões de euros, para admissão e formação de 100 inspetores.

O Chega apresentou duas propostas, uma para reforço dos elementos da polícia científica e da sua formação e outra para a contratação de 300 inspetores para a PJ.

Por seu lado, o PAN defendia a aprovação de um plano plurianual para 2020-2023 de admissões de 500 inspetores na Polícia Judiciária, com recrutamento de 125 já em 2020.

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.