“A epidemia deve continuar a ser uma emergência internacional”, declarou à comunicação social o diretor-geral da OMS, Tedros Adhanom Gebreyesus, após uma reunião de especialistas sobre a doença, em Genebra, sede da organização.

A epidemia eclodiu em agosto de 2018 na RDCongo, na localidade de Mangina, e afeta as regiões de Kivu-Norte e de Ituri, tendo sido registados cerca de 2.300 mortos.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.