Espanha

Relativamente ao número de vítimas mortais em consequência da pandemia de covid-19, as autoridades sanitárias espanholas anunciaram que registaram 54 mortes nos últimos sete dias.

O número total de contágios desde que a crise sanitária começou em fevereiro sobe agora para os 359.082, enquanto o número de mortes subiu também para as 28.646.

França

O número de novos casos positivos detetados desde sexta-feira caiu para 493 nas últimas 24 horas, tendo em conta os mais de 3.000 registados sábado e domingo.

Dos 30.429 óbitos confirmados, 19.924 deles aconteceram em estabelecimentos hospitalares e os restantes 10.505 em lares de terceira idade e outras instituições.

O número de admissões hospitalares por covid-19 e nas unidades de cuidados intensivos em França continuou hoje em alta, segundo DGS francesa.

Segundo os dados, os hospitais franceses admitiram nas últimas 24 horas mais 234 novos pacientes infetados com o novo coronavírus, contra os 173 do dia anterior.

A DGS indicou que estão atualmente hospitalizados 4.925 pacientes, mais 97 do que sexta-feira.

“O número de pessoas hospitalizadas devido à covid-19 está em alta há três semanas, nomeadamente entre os que contam com menos de 40 anos”, sublinhou a DGS no relatório diário.

As unidades de cuidados intensivos estão a braços com 384 pessoas, mais 17 do que no final da semana passada.
Depois do pico atingido a 08 de abril, com 7.148 pacientes em reanimação, o número desceu até ao final de julho, após o que tem evoluído significativamente desde então.

A percentagem de testes positivos continua a aumentar – subiu de 2,4% na sexta-feira para 2,9% hoje -, tendo sido detetados 21 novos focos de casos de contaminação.

“Na França metropolitana, o número de novos casos de covid-19 por 100.000 habitantes (incidência) aumentou em todas as faixas etárias. A alta é particularmente marcante entre os 25 e os 35 anos”, refere-se no documento.

Segundo o relatório, perto de metade das pessoas se revelou positivo ao teste RT-PCR (virológico) não apresentavam qualquer sintoma, “mas estão suscetíveis a transmitir a covid-19 aos contactos mais próximos”.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.