A campanha, intitulada "Um Dia, Um Milhão de Árvores", é "o primeiro passo para o começo da recuperação", afirmou o ministro das Florestas e dos Recursos Hídricos da Costa do Marfim, Alain Richard Donwahi.

"O nosso objetivo é recuperar pelo menos 30% [da área florestal perdida] até 2030", acrescentou o ministro, na apresentação do projeto, na cidade de Abidjan.

Mais de 20.000 quilómetros quadrados de floresta da Costa do Marfim estão fortemente degradados.

Didier Drogba considerou que "os números são alarmantes", referindo-se às previsões que apontam para a perda total da floresta tropical da Costa do Marfim em menos de 50 anos caso não sejam tomadas medidas corretivas.

"Estou orgulhoso em contribuir para a reflorestação da Costa do Marfim através da consciencialização", disse o antigo avançado que se destacou ao serviço do clube inglês Chelsea.

A Costa do Marfim, maior produtor de cocos do mundo e um dos principais exportadores de café, quer reflorestar oito milhões de hectares até 2045.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.