Mais de 17.000 pessoas fugiram para abrigos de emergência quando a tempestade Megi inundou casas e campos e cortou estradas e linhas elétricas, referiu a agência de gestão de desastres filipina.

Leyte foi a região mais duramente atingida, com aluimentos de terras que mataram 22 pessoas e deixaram 27 desaparecidos, disseram as autoridades da província do centro das Filipinas.

Mais três pessoas morreram em Mindanao, a principal ilha do sul do país, e outras três pessoas morreram na província de Negros Oriental, indicou a agência.

Megi, conhecida nas Filipinas pelo nome local Agaton, é a primeira grande tempestade tropical a atingir este ano o país, que é frequentemente afetado por desastres naturais.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.