“A colisão entre dois comboios fez 95 feridos, que foram transportados para os hospitais”, disse à AFP o porta-voz da Proteção Civil, Moez Treaa, precisando que uma das composições transportava passageiros, enquanto o segunda estava vazia.

Segundo o porta-voz, a maioria sofreu fraturas e não há qualquer caso grave a lamentar.

Em dezembro de 2016, cinco pessoas morreram e mais de 50 ficaram feridas na mesma zona, durante uma colisão entre um autocarro de transporte público e um comboio, devido a infraestruturas deficientes.

A Tunísia registou em junho de 2015 um dos mais graves acidentes ferroviários da sua história recente, com a morte de 18 pessoas numa colisão entre um comboio e um camião em El Fahes, a cerca de 60 quilómetros ao sul de Tunes.

Esta colisão deveu-se a uma falha de sinalização numa passagem de nível.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.