Os detalhes sobre a explosão ocorrida por volta das 10:00 horas (02:00 horas, em Lisboa) na cidade de Kongcun ainda não são conhecidos, mas as autoridades chinesas já disseram que foi aberta uma investigação.

De acordo com os dados oficiais da China, a indústria do carvão é a que provoca mais acidentes laborais no país, apesar dos registos apontarem para uma redução de 28% nas mortes nesta indústria.

No entanto, a organização não governamental Boletim do Trabalho da China afirma que esses números não levam em conta as mortes registadas em empregos derivados daquela indústria, como as entregas, na qual os riscos são maiores e as mortes são classificadas como acidentes de trânsito.

A situação da segurança no trabalho na China tem melhorado nos últimos anos, desde meados da década de 2000, até então, os números de trabalhadores mortos a cada ano ultrapassava os 100.000.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.