O homem, com antecedentes criminais pela prática de crimes de roubo, furto, posse de arma proibida e tentativa de homicídio, já foi presente a primeiro interrogatório judicial, "tendo-lhe sido aplicada a medida de coação de prisão preventiva".

De acordo com a mesma fonte, o detido terá cometido "cinco crimes de homicídio na forma tentada, dois crimes de dano e um crime de detenção de arma proibida, ocorridos no dia 27 de fevereiro", numa via pública do Porto, com o suspeito, "munido de uma arma de fogo", a efetuar vários disparos sobre uma viatura.

"As vítimas foram transportadas ao hospital, onde uma delas foi de imediato submetida a uma intervenção cirúrgica, aguardando a outra pela extração de um projétil que tem alojado num braço. Relativamente ao ocupante da viatura que não foi atingido pelos disparos, foi agredido com um pontapé na cabeça e ameaçado com a arma de fogo", revela o documento.

Depois, o suspeito ter-se-á deslocado até às proximidades de uma residência onde voltou a disparar, atingindo "uma parede e a janela de uma dependência onde se encontravam duas pessoas, não as atingindo".

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.