Em comunicado, a PJ adiantou que os homens, de 29 e 25 anos, foram localizados, identificados e detidos através da Diretoria de Lisboa e Vale do Tejo.

De acordo com as autoridades policiais, um dos detidos, em novembro do ano passado, acordou com a vítima um local para se encontrarem, com a finalidade de acertarem contas relativas a um empréstimo contraído entre ambos.

Na altura, a vítima, ao chegar ao local, constatou que o homem com quem havia combinado o encontro estava acompanhado por mais três pessoas, tendo tentado fugir, segundo a PJ.

“Foi manietado e, de imediato, agredido, sendo que, nesse momento, um dos coautores lhe apontou uma arma de fogo de grandes dimensões”, pode ler-se em comunicado.

A PJ salientou ainda que a vítima também foi coagida a entrar num automóvel e transportada para um local despovoado, onde veio a ser novamente agredida e roubada. O grupo roubou um anel, uma pulseira, documentos pessoais e dinheiro.

Após a ocorrência, a vítima foi abandonada pelos autores, de acordo com a PJ.

“Ainda no mesmo dia, a vítima recebeu várias mensagens ameaçadoras no seu telemóvel, sendo que os autores exigiam o pagamento de 2.500 euros para devolverem os referidos documentos”, ressalvaram as autoridades.

Os dois homens vão ser presentes, hoje, a primeiro interrogatório judicial, para aplicação das medidas de coação.

A PJ realçou que vai continuar a investigação, no sentido de “apurar a eventual participação dos detidos em outros crimes idênticos, bem como a identificação dos restantes coautores”.

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.