A Unidade Nacional de Combate ao Tráfico de Estupefacientes da PJ em colaboração com a Autoridade Tributária e Aduaneira levaram a cabo uma investigação depois de terem identificado “uma importação de cerca de vinte mil garrafas de sumo de uva, com origem num país da América Latina, suspeitando-se que em parte delas viesse diluída cocaína”, avança hoje a PJ em comunicado.

Após a realização de exames periciais, pelo Laboratório de Polícia Científica, foi detetada a presença de cocaína diluída em 915 garrafas que, “caso chegasse aos circuitos ilícitos de distribuição, seria suficiente para a composição de pelo menos 4.524.000 (quatro milhões quinhentas e vinte e quatro mil) doses individuais”, segundo a PJ.

Um homem, com 45 anos de idade, foi presente a primeiro interrogatório judicial, tendo-lhe sido aplicada a medida de coação de prisão preventiva.

A PJ refere ainda que a investigação, da operação intitulada “Grape Juice”, prossegue.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.