Em comunicado, a Diretoria do Centro da PJ explica que a descoberta das ossadas humanas ocorreu num terreno florestal, na zona de Pedrógão Grande, no âmbito de uma investigação, por suspeita de crime de homicídio, iniciada há cerca de um ano.

"Foi necessário recorrer a metodologias técnico-científicas de arqueologia forense, bem como a equipamentos de georadar, para localização do cadáver", lê-se na nota.

Segundo a PJ, os restos mortais encontrados vão ser removidos para o Instituto Nacional de Medicina Legal e Ciências Forenses (INMLCF), para a realização da respetiva autópsia.

"A investigação está a ser conduzida em estreita colaboração com as autoridades policiais do Reino Unido, prosseguindo com vista ao cabal esclarecimento dos factos", conclui.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.