O homem terá confrontado a enfermeira na manhã de segunda-feira no escritório de uma farmácia de Sherbrooke, cidade da província do Quebec, onde se encontrava a administrar vacinas, escreve o The Guardian.

“O nosso suspeito foi diretamente para o escritório e começou a gritar à enfermeira”, disse Martin Carrier, porta-voz da polícia. O homem, aparentemente chocado pela sua mulher ter sido vacinada “sem a sua autorização”, soqueou então a enfermeira.

A polícia está assim à sua procura, pedindo ajuda à população para identificá-lo, não se sabendo, para já, se a causa da agressão foi porque o suspeito se opõe à vacinação contra a Covid-19. Também não foi possível apurar se a mulher foi de facto inoculada nessa farmácia.

O corpo de enfermagem tem sido dos mais duramente atingidos durante a pandemia, não só pelos riscos de violência, como também pelo cansaço da profissão.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.