O Ministério do Interior (Administração Interna) espanhol informou hoje que a droga estava num barco da companhia Grimaldi, que partiu de Santos (Brasil) e tinha como destino Antuérpia (Bélgica), que atracou a 19 de fevereiro último no cais de Santa Cruz de Tenerife.

O estupefaciente foi encontrado no interior da cabine do condutor de um dos camiões que o navio transportava, quando foram encontradas uma série de embalagens suspeitas de conterem substâncias narcóticas.

As embalagens consistiam em doze malas impermeáveis, no interior dos quais estavam 356 pacotes, que deram positivo ao teste de cocaína.

Por seu lado, a polícia espanhola também informou hoje que deteve um homem no aeroporto Adolfo Suárez Madrid-Barajas que transportava mais de 15 quilos de cocaína escondidos na sua bagagem, ao aterrar de um voo de Santo Domingo, na República Dominicana.

Os agentes aperceberam-se de um homem vindo de Santo Domingo que apresentava uma atitude suspeita na presença do pessoal de segurança.

De acordo com a polícia, a detenção teve lugar há uma semana, quando os agentes abriram a mala da pessoa em causa e encontraram doze embalagens de formato retangular de diferentes tamanhos embrulhadas com fita adesiva contendo mais de 15 quilos de cocaína.

O homem, 41 anos, foi preso e levado a tribunal como suspeito de um crime contra a saúde pública.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.