No âmbito das investigações, refere a PJ, foram recolhidos elementos que indiciam a autoria dos suspeitos em roubo à mão armada, ocorrido em agosto de 2016, num banco, na Póvoa de Varzim.

Segunda-feira, “após a prática de um roubo num banco em Braga”, os suspeitos foram detidos pela PJ, fora de flagrante delito, tendo-se apreendido de seguida, em buscas domiciliárias, “armas de fogo e gorros, presumivelmente utilizados na concretização dos crimes, dinheiro, munições e uma viatura furtada”.

Em comunicado, a PJ salienta que os suspeitos “têm já longos antecedentes pela prática deste tipo de crime, pelos quais já foram detidos e cumpriram penas de prisão, encontrando-se um deles em situação de ausência ilegítima do estabelecimento prisional, após saída precária”.

Os detidos, com idades compreendidas entre os 39 e os 59 anos, sem ocupação laboral, vão ser presentes a primeiro interrogatório judicial para aplicação das adequadas medidas de coação.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.