A embarcação “Tubarão”, da Polícia Marítima, em missão na ilha grega de Lesbos, intercetou um primeiro bote, com 41 migrantes, dos quais 13 crianças e 13 mulheres, que foram transportados para o porto de Skala Skamineas, onde foram entregues às autoridades gregas.

Um segundo bote, com outros 41 migrantes, incluindo 19 crianças e 10 mulheres, foi intercetado por uma embarcação da guarda costeira grega, uma vez que se encontrava fora da área de intervenção da Polícia Marítima portuguesa, que, no entanto, colaborou na operação de resgate.

Os migrantes foram transportados para o porto Skala Skamineas na embarcação da Polícia Marítima e entregues às autoridades gregas.

Desde 2014, a Polícia Marítima já salvou 5.650 migrantes.

Portugal participa desde essa altura na missão europeia de controlo das fronteiras marítimas gregas e externas da União Europeia.

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.