Mais de metade de engenheiros e cientistas em Portugal são mulheres (51%), a quarta maior taxa entre os Estados-membros e dez pontos acima da média da União Europeia (UE 41%), segundo dados de 2017 hoje divulgados pelo Eurostat.

Em cinco Estados-membros, mais de metade dos cientistas e engenheiros são mulheres, com maior incidência na Lituânia (57%), Bulgária e Letónia (53% cada), Portugal (51%) e Dinamarca (50%).

De acordo com o gabinete estatístico da UE, a Hungria e o Luxemburgo (25% cada), a Finlândia (29%) e a Alemanha (33%).

Em números absolutos, na UE havia em 2017 mais de 17 milhões de cientistas e engenheiros, dos quais sete milhões são mulheres.

Em Portugal, eram 358 mil os engenheiros e cientistas, 184 mil dos quais do sexo feminino.

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.