Assinala-se esta segunda-feira o Dia Internacional da Pobreza e a verdade é que os números em Portugal no que a esta matéria diz respeito têm vindo a crescer.

De acordo com os dados da Pordata, assinalados pelo Diário de Notícias, desde 2014 não havia uma subida sobre pessoas em risco de pobreza, algo que aconteceu em 2020, nomeadamente um aumento de 12,5% em relação ao ano anterior

"Portugal desviou-se da trajetória de redução da pobreza que vinha a fazer desde 2014 . Em 2020 houve um agravamento. Sem os apoios sociais, 4,4 milhões são pobres ou têm rendimentos abaixo do limiar da pobreza [554 euros mensais], o que passa para 1,9 milhões após as transferências sociais", revelou Luísa Louro, diretora da Pordata.

Ainda segundo esta análise, Portugal é mesmo o segundo país com mais pessoas a viver em más condições materiais, sendo que a pobreza atinge 18,4 % da população após os apoios e o rácio entre os 20 % mais pobres e os 20 % mais ricos é de 5,7.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.