Em Portugal, os preços das casas cresceram 7,6%, acima de ambas as médias, mas as maiores subidas homólogas, no quarto trimestre de 2016, foram registadas na República Checa (11,0%), na Hungria (9,7%) e na Lituânia (9,5%), não tendo sido observados quaisquer recuos.

Face ao período entre outubro e dezembro de 2016, os preços das habitações subiram 0,8% tanto na zona euro quanto na UE, tendo os maiores aumentos sido observados em Malta (6,0%), na República Checa (4,7%), na Holanda (3,2%) e em Chipre (3,1%), com os recuos mais significativos na Dinamarca (-1,5%), na Croácia (-0,6%) e na Bélgica (-0,4%).

Em Portugal, as casas aumentaram 1,2% de preço na comparação trimestral.

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.