No comunicado divulgado, lê-se que o chefe de Estado brasileiro “teve alta hoje do Hospital Vila Nova Star”, onde estava internado desde quarta-feira passada para “tratar um quadro de suboclusão intestinal”.

O Presidente brasileiro ”seguirá com acompanhamento ambulatório pela equipa médica assistente”.

Bolsonaro, de 66 anos, deu entrada no Hospital das Forças Armadas na manhã de quarta-feira, em Brasília, após sentir dores abdominais durante a madrugada.

Posteriormente, o Presidente brasileiro foi transferido de Brasília para um hospital de São Paulo, num avião da Força Aérea Brasileira, para ser avaliada a necessidade de passar por uma cirurgia de emergência, depois de lhe ter sido diagnosticada uma obstrução intestinal.

Em causa estava uma crise de soluços que o afeta há mais de uma semana e que lhe causou dores, de acordo com a Secretaria Especial de Comunicação do Governo.

O chefe de Estado brasileiro atribuiu ao ataque à facada que sofreu em 2018, em Juiz de Fora, no Estado de Minas Gerais, durante a campanha eleitoral, os problemas de saúde que enfrenta.

Desde que assumiu o cargo presidencial, em janeiro de 2019, Bolsonaro teve vários problemas de saúde decorrentes do esfaqueamento, tendo passado por várias cirurgias.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.