“Aproveito a oportunidade de convidar os empresários [portugueses] a visitar e investir na Sérvia, enquanto os cidadãos [convido] a conhecerem as suas belezas naturais. Acreditem, vão ser agradavelmente surpreendidos”, disse o chefe de Estado, numa entrevista escrita à agência Lusa.

A visita de Estado de Nikolic a Portugal decorre entre quarta e quinta-feira e, segundo a Presidência portuguesa, “tem por objetivo aprofundar as relações bilaterais entre os dois países, tendo sobretudo em consideração o processo de negociação da candidatura da Sérvia para adesão à União Europeia”.

Nas respostas enviadas à Lusa por correio eletrónico, o Presidente sérvio explicou que o seu país procura “encontrar força na formação de firmes laços com amigos em todo o mundo”.

“Para nós, todos os amigos são caros, mas desejamos em particular cultivar a amizade com países como Portugal, com os quais compartilhamos os mesmos valores civilizacionais e cristãos. São os valores universais que compreendem o pacifismo, a solidariedade, a compreensão mútua e muito mais”, escreveu Nikolic.

Recordando que as relações diplomáticas entre Belgrado e Lisboa têm “uma longa história”, o Presidente sérvio disse ter chegado “a hora de as atualizar na sua plena capacidade”.

“Vejo uma grande área disponível, antes de tudo nas relações económicas. A Sérvia possui um excelente posicionamento geográfico, numerosas vantagens para investimentos”, afirmou, destacando em particular a sua “força de trabalho altamente qualificada e diligente”.

“Possuímos numerosos contratos de comércio livre e, em conjunto com os investidores de Portugal, podemos exportar sem despesas aduaneiras para um grande número de países”, exemplificou.

Além dos encontros institucionais e de reuniões de trabalho com o chefe de Estado português, Marcelo Rebelo de Sousa, o presidente Tomislav Nikolic terá encontros com o presidente da Assembleia da República, Eduardo Ferro Rodrigues, com o primeiro-ministro, António Costa, e com o presidente da Câmara Municipal de Lisboa, Fernando Medina.

O presidente sérvio visitará ainda o Museu Nacional de Arte Antiga, onde, segundo a nota de Belém, “estarão expostas réplicas de obras de arte maiores da cultura sérvia, expressamente trazidas para o efeito”, bem como a Fundação Champalimaud.

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.