“O PS congratula-se com a vitória do candidato independente, [Alexander] Van Der Bellen, e com a derrota do candidato da extrema-direita [Norbert Hofer] nas eleições presidenciais austríacas, sinal de que os eleitores austríacos rejeitam as propostas políticas baseadas no populismo e na intolerância”, afirmam os socialistas, numa mensagem divulgada esta noite.

Van der Bellen, 72 anos, é creditado com 53,6% dos votos contra 46,4% do seu adversário, de 45 anos, na segunda volta das presidenciais austríacas, segundo as projeções que incluem os votos por correspondência que só serão contados na segunda-feira.

O vencedor das eleições já afirmou que a sua vitória demonstra que “é possível ganhar eleições com uma mensagem pró-europeia”.

Hofer e o seu Partido da Liberdade (FPÖ) já reconheceram a derrota.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.