O Comando Distrital de Portalegre explica, em comunicado, que na sexta-feira o suspeito terá atropelado e agredido a sua ex-companheira, quando esta caminhava com os seus dois filhos menores numa artéria daquela cidade, colocando-se, “de imediato”, em fuga para parte incerta.

Já no local, os agentes da PSP apuraram que se tratava de um caso de violência doméstica, uma vez que o suspeito das agressões, natural e residente em Elvas, deixou a vítima “prostrada no solo” e é o “ex-companheiro e pai” das duas crianças menores que acompanhavam a vítima.

Após terem sido acionados os meios de emergência médica e de a vítima e os seus dois filhos terem sido transportados para o hospital de Santa Luzia, em Elvas, a PSP montou um “forte dispositivo” de busca para tentar localizar e deter o suspeito, o que aconteceu na segunda-feira, pelas 15:00, na mesma cidade.

Em diligências efetuadas após a sua detenção, foi possível apreender na residência do suspeito uma pistola semiautomática de calibre 6.35 milímetros e duas pistolas de alarme de calibre oito milímetros, uma das quais transformada para uso de munição real de calibre 6.35 milímetros.

A PSP apreendeu ainda uma pistola de ar comprimido de calibre 4.5 milímetros, duas armas longas de ar comprimido de calibre 4.5 milímetros, um petardo, 25 cartuchos de calibre 12, 66 munições de calibre 6.35 milímetros, 21 munições de calibre 22, dois bastões, um dos quais extensível, 15 facas, cinco das quais de abertura automática, uma faca de remate, dois punhais, quatro espadas e quatro sabres.

A PSP acrescenta que o detido “não possui qualquer licença” para uso e porte de arma.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.