Segundo dados publicados pela Federal Trade Commission, nos Estados Unidos, em 2018, mais de 21 mil americanos foram vítimas de esquemas montados por pessoas por quem se apaixonaram, tendo as fraudes daí resultantes sido superiores a 143 milhões de dólares (126 milhões de euros).

“As pessoas à procura de romance estão à espera de ser arrebatadas, não apanhadas numa fraude. Mas dezenas de milhares de denúncias mostram que este é um esquema com que muitas pessoas se defrontam”, pode ler-se no relatório de fevereiro da Federal Trade Comission.

Muitas destas fraudes acontecem através de contactos estabelecidos nas redes sociais e o esquema para obter dinheiro passa geralmente por, após selada a confiança e porventura a paixão, ser pedido dinheiro para resolver emergências. Os falsos apaixonados criam perfis falsos com histórias muitas vezes convincentes e por vezes apropriam-se mesmo de identidades de pessoas reais.

Muitas das denúncias têm origem em contactos que começaram via Messenger do Facebook, mas também existem registos com pessoas ativas em apps de encontros (dating).

Os americanos entre os 40 e os 69 anos são as presas mais comuns deste tipo de situações. Em média, o prejuízo de quem é envolvido nestas fraudes ronda os 2600 dólares (cerca de 2300 euros), um valor sete vezes mais elevado que a perda média entre os outros tipos de fraude pessoal.

Este tipo de situações tem vindo a aumentar. Em 2015, foram feitas 8500 denúncias num total de perdas de 33 milhões de dólares (cerca de 29 milhões de euros).

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.