A emissora britânica refere que a maioria dos mortos eram peregrinos xiitas que regressavam da cidade de Kerbala. “Muitos dos mortos seriam iranianos”, adianta.

A BBC informa que o ataque foi reivindicado pelo grupo extremista Estado Islâmico, que num comunicado divulgado pela sua agência noticiosa Amaq alega que 200 pessoas foram mortas e feridas no atentado.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.