Jung Chang, a autora de "Cisnes Selvagens-Três filhas da China", traduzido em mais de 40 idiomas, Suki Kim, que passou seis meses infiltrada na Coreia do Norte, e James Church, ex-agente da CIA [serviços secretos norte-americanos] e escritor de romances policiais, "não poderão estar presentes", indicou a organização, em comunicado.

A dissidente e ativista dos direitos humanos norte-coreana Hyeonseo Lee, que fugiu da Coreia do Norte em 1997, com 17 anos, cancelou a presença no Festival Literário de Macau – Rota das Letras, "por motivos de ordem pessoal", disse.

Em contrapartida, a escritora e pintora sino-francesa Shan Sa é "a derradeira confirmação" do programa da sétima edição do festival.

Nascida em Pequim, em 1990, Shan Sa lançou em 1997 o primeiro romance em francês "A Porta da Paz Celeste", que venceu o Prémio Goncourt para o Primeiro Romance, um dos mais prestigiados prémios literários de França.

Em 2001, recebeu o Prémio Goncourt des Lycéens com "A Jogadora de Go". Desde então, os seus trabalhos têm sido publicados em mais de 30 idiomas em todo o mundo, enquanto os quadros foram já expostos em Paris, Nova Iorque, Tóquio, Bruxelas, Genebra, Xangai, Macau e Hong Kong, entre outros.

Leituras de poesia, 'jam sessions', concertos, exposições e a exibição de cinco filmes, além de uma conversa sobre o projeto Women's Voices, liderado pela editora da agência Bloomberg Hong Kong, Jodi Schneider, em parceria com a Associação de Imprensa Portuguesa e Inglesa de Macau (AIPIM), integram a programação do festival, fundado em 2012 pelo jornal de Macau em língua portuguesa Ponto Final.

O festival conta com a presença de Maria Inês Almeida, Rui Tavares e Ana Margarida de Carvalho (Portugal), Ungulani Ba Ka Khosa, de Moçambique, e Julián Fuks, do Brasil, bem como do escritor e argumentista Rui Cardoso Martins, a jornalista Isabel Lucas, a professora, poeta e ensaísta Helena Carvalhão Buescu, a cabo-verdiana Dina Salústio e o são-tomense Albertino Bragança, ex-ministro da Educação, Cultura e Desporto e dos Negócios Estrangeiros.

O ilustrador e escritor português Afonso Cruz é o autor da imagem oficial da sétima edição do festival.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.