Numa resposta enviada à agência Lusa, o ministério de Augusto Santos Silva lamentou “profundamente a morte de três cidadãos no desabamento de um edifício” em Antuérpia.

“O MNE acompanha a situação através da Embaixada de Portugal em Bruxelas, que procura contactar as famílias destes cidadãos e prestar todo o apoio necessário no âmbito das suas competências”, referiu.

Mas este sábado as autoridades belgas confirmaram apenas que há um português entre as vítimas mortais no acidente de construção em Antuérpia e outros dois por encontrar entre os escombros do desabamento ocorrido de sexta-feira.

“Dois mortos já foram confirmados. Um deles é um homem português e o outro é da Roménia. Mas continuam três pessoas desaparecidas, duas das quais também de Portugal. A terceira pessoa também é da Roménia”, afirmou um porta-voz da polícia belga às estações televisivas portuguesas no local, indicando que um outro português ficou ferido e está hospitalizado.

Sobre as hipóteses de sobrevivência das três pessoas que continuam por localizar na obra, o porta-voz da polícia confessou que “as hipóteses de eles estarem vivos são muito diminutas”, mas evitou alongar-se em comentários.

Ainda sexta-feira à noite, fonte do Ministério dos Negócios Estrangeiros adiantou à Lusa que a informação recebida através do Ministério homólogo belga foi de que havia três cidadãos portugueses mortos, na sequência do desabamento, mas que, no local, após a chegada do embaixador e do encarregado da secção consular, a proteção civil local contradisse essa informação.

Marcelo lamenta morte de portugueses em acidente de trabalho

O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, lamentou hoje o acidente de trabalho que, segundo o MNE, provocou a morte de três portugueses em Antuérpia, na Bélgica.

Através de uma nota publicada no sítio oficial da Presidência da República na Internet, Marcelo Rebelo de Sousa "apresenta condolências às famílias dos compatriotas que morreram na Bélgica".

"O Presidente da República lamenta o grave acidente de trabalho que vitimou nossos compatriotas em Antuérpia, Bélgica. Às suas famílias enlutadas, amigos e colegas de trabalho apresenta as suas sentidas", lê-se nesta mensagem.

[Artigo atualizado a 19 de junho]

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.