Rangel foi hoje reconduzido numa das 10 vice-presidências do PPE, sendo este o seu terceiro mandato no grupo parlamentar.

O eurodeputado alemão Manfred Weber foi reconduzido na presidência do grupo, contando como vice-presidentes, para além de Paulo Rangel, Esteban González Pons (Espanha), Arnaud Danjean (França), Ewa Kopacz (Polónia), Andrey Kovatchev (Bulgária), Esther de Lange (Holanda), Mairead McGuinness (Irlanda), Evangelos Meimarakis (Grécia), Siegfried Muresan (Roménia) e Dubravka Šuica (Croácia).

Em comunicado, Rangel salientou que, com a sua reeleição, Portugal continua representado na direção do maior grupo político do PE.

O seu pelouro será definido após a posse da nova direção do grupo, tendo já Rangel sido responsável pelas relações com os Parlamentos Nacionais e a estratégia de comunicação (em 2009) e, em 2014, coordenador do Grupo de Trabalho sobre o Futuro da Europa e presidente do European Ideas Network, uma redes de think tanks políticos.

O social-democrata referiu também que irá prosseguir com o seu trabalho de coordenação das “linhas programáticas do PPE, designadamente no que respeita ao "Futuro da União’”.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.