“Ficaram por responder várias questões e o CDS não está satisfeito com as explicações”, declarou o deputado centrista António Carlos Monteiro, em conferência de imprensa no parlamento, acompanhado pelo também deputado e porta-voz do partido, João Almeida.

As questões do CDS vão desde o paradeiro da carta com uma denúncia da Federação de Doenças Raras (FEDRA), enviada à Segurança Social, ao conteúdo do documento que Vieira da Silva estará a assinar durante a celebração de um protocolo entre a Raríssimas e uma federação sueca, até ao conhecimento dos “gastos excessivos” da instituição e a consultoria paga pela associação a Manuel Delgado.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.