O anúncio foi feito pelo Presidente cubano, Miguel Diaz-Canel, durante uma sessão extraordinária da Assembleia Nacional de Cuba (parlamento unicameral), em que foi nomeada a comissão.

A reforma da lei fundamental cubana, que foi promulgada em 1976, não implicará mudanças no sistema político em vigor na ilha caribenha.

A nova comissão será integrada por nomes de diversos setores sociais do país, segundo referiu Miguel Diaz-Canel, que substituiu em meados de abril passado Raul Castro na Presidência cubana.

Com a designação de Diaz-Canel, um engenheiro eletrónico que era primeiro vice-presidente desde 2013, Cuba presenciou o fim da era dos “irmãos Castro”, Fidel e Raul, que assumiram a liderança daquele país durante cerca de 60 anos.

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.