A posição da Comissão Política foi manifestada numa moção votada durante uma reunião realizada esta noite e cuja redação final será divulgada na sexta-feira.

A votação decorreu por voto secreto entre os 18 elementos presentes.

Nesta segunda-feira, 2 de setembro, o PSD tinha comunicado o regresso de António Capucho ao partido depois de ter estado envolvido num processo de expulsão por ter apoiado uma candidatura independente em Sintra nas autárquicas de 2013. “António Capucho, militante histórico do PSD, vai regressar ao partido que ajudou a fundar em 1974, tendo a sua nova ficha de militante dado entrada na sede do PSD”, indicou o partido, em comunicado.

António Capucho considerou “absolutamente necessário” dar este “sinal público” de “apoio e de disponibilidade”, uma vez que todos os simpatizantes e militantes do PSD devem cerrar fileiras “à volta de uma campanha muito difícil e de uma candidatura muito complexa, tendo em conta os outros protagonistas e os adversários políticos, principalmente o Partido Socialista”.

No debate com Assunção Cristas, realizado na noite desta quinta-feira na SIC, Rui Rio afirmou que “António Capucho foi expulso de forma injusta. Tem um currículo notável e é respeitado na sociedade portuguesa”.

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.