O incidente aconteceu perto das 6h00, quando dois agentes da polícia, um homem e uma mulher, confrontaram um indivíduo que acreditavam estar na posse de uma arma branca, perto da Leicester Square, na zona central da capital britânica.

De acordo com a Polícia Metropolitana de Londres, a agente foi esfaqueada no braço, quando interpelou o sujeito, tendo-se dado início a uma perseguição perante a fuga do homem.

“O colega da agente perseguiu o infrator, apanhou-o, houve uma luta, o polícia foi esfaqueado três vezes no pescoço e uma no peito", explicou o comissário Sir Mark Rowley, acrescentando que este segundo agente ficou "gravemente ferido".

De manhã, numa breve declaração, a Scotland Yard adiantou que “um ‘taser' [arma de choque] foi utilizada e um homem foi preso por suspeita de causar danos corporais e agressão a um trabalhador dos serviços de emergência". O detido terá 20 anos, foi hospitalizado, juntamente com os dois agentes, e já foi solto sob custódia policial.

O incidente aconteceu numa altura em que a cidade está sob grandes medidas de segurança por causa das cerimónias fúnebres da Rainha Isabel II, que morreu em 8 de setembro aos 96 anos.

O corpo da monarca encontra-se em câmara ardente no Palácio de Westminster, o edifício do parlamento britânico, estando o funeral de Estado marcado para segunda-feira em Londres.

Além da presença de dezenas de chefes de Estado e de governo, esperam-se centenas de milhar de pessoas nas ruas para prestar uma última homenagem.

*Artigo atualizado às 15h45

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.