Em resposta à RTP, no hotel onde o PSD acompanhou a noite eleitoral, Rui Rio já tinha admitido deixar a liderança do PSD caso se confirme uma maioria absoluta do PS nestas eleições legislativas, considerando que dificilmente será útil nessa conjuntura.

Perante a insistência do jornalista da CMTV para que esclarecesse se se vai demitir nesses cenários, muitos dos apoiantes começaram a assobiar e apupar, e Rio respondeu em alemão, uma língua que domina por ter estudado no Colégio Alemão.

“Quer em alemão? Se quiser também posso dizer em alemão”, afirmou, nessa língua.

Depois dessa resposta, o jornalista voltou a insistir, dizendo não perceber alemão, e os presentes começaram a gritar “PSD, PSD, PSD”.

“Eu já disse uma data de vezes, eu não sou de dramas, já disse em português correto, já disse em alemão. Não percebeu, não sei o que hei de fazer mais. Já disse que eu sou o primeiro a não conseguir argumentar depois de o PS ter uma maioria absoluta. Como é que posso ser útil ao PSD continuando no lugar? Não é preciso fazer aqui um drama”, afirmou Rui Rio.

Depois disso, a assessoria do PSD indicou que não existiriam mais perguntas, apesar de estarem previstas questões de pelo menos mais sete órgãos de comunicação social.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.