Segundo a nota ministerial, o procurador-geral adjunto Celso Manata “terminou a comissão de serviço” à frente da Direção-Geral de Reinserção e Serviços Prisionais, “não tendo pedido a sua renovação e retomando as suas funções no Ministério Público”.

O seu sucessor é também magistrado do Ministério Público.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.