"Sempre falei duas vezes antes de pensar. Esta minha característica tem a sua parte boa e também a parte má", escreveu Salvador Sobral na sua página na rede social Facebook, antes de se dirigir aos portugueses para pedir desculpa pela sua "triste intervenção" no final do concerto solidário, "Juntos Por Todos", na noite de ontem.

"Reconheço que fui bastante inoportuno", disse o artista.

O músico que ao lado da irmã, Luísa Sobral, levou Portugal à conquista do Festival Eurovisão da Canção, pediu "desculpa", se ofendeu alguém, afirmando que não era essa a sua intenção.

"Espero que esta triste intervenção não nos faça esquecer o passo que demos juntos, desde os músicos até vocês que contribuíram para ajudar aqueles que estão em sofrimento neste momento, que são o mais importante no meio de tudo isto", sublinhou o jovem músico.

No final do concerto solidário da noite de ontem, que amealhou mais de um milhão de euros para ajudar as vítimas dos incêndios que assolaram a zona centro do país, Salvador Sobral protagonizou um momento insólito no palco que viria a dar que falar: “Eu sinto que posso fazer qualquer coisa que vocês aplaudem. Vou mandar um peido para ver o que é que acontece”, disse o músico depois de cantar a  "A Case of You", de Joni Mitchell, e antes de cantar a "Amar Pelos Dois".

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.