O ex-primeiro ministro italiano Silvio Berlusconi, de 84 anos, foi hospitalizado de urgência, no principado do Mónaco devido a um "problema cardíaco arritmológico".

O líder do partido conservador Forza Italia, com ‘pacemaker’ desde 2006, estava na cidade francesa de Valbonne, perto de Nice, quando sofreu uma arritmia cardíaca. A notícia foi avançada esta quinta-feira pelo médico pessoal do político, Alberto Zangrillo, à agência ANSA.

Zangrillo declarou que, na segunda-feira, foi imediatamente para o local onde estava o ex-primeiro-ministro e decidiu pelo internamento no Mónaco, pois não considerou “prudente” transferir Berlusconi para Itália.

De acordo com o jornal Corriere della Serra, a assessoria de imprensa do Forza Italia espera que Berlusconi regresse a casa "dentro de poucos dias".

Silvio Berlusconi foi infetado pelo novo coronavírus em setembro passado e foi internado com pneumonia bilateral no hospital San Raffaele, em Milão, mas teve alta dois dias depois.

Em novembro, sofreu uma recaída que o impediu de comparecer a uma audiência no tribunal de Milão, onde está a decorrer o processo ‘Ruby Ter’, que investiga se Berlusconi teria comprado o silêncio de testemunhas sobre as festas polémicas que organizava.

Por três vezes chefe do Governo italiano, em 2016 foi submetido a uma cirurgia devido a uma grave insuficiência da aorta.

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.