“Neste momento o espaço de trabalho dos oito enfermeiros presentes no local é reduzido, não havendo as condições mínimas de distância de segurança exigida para as funções que ali desempenham. A sala de espera é insuficiente para tamanha afluência e os utentes têm que aguardar no exterior à chuva durante horas”, lê-se no comunicado de imprensa do SITEU, referindo que a falta de condições no CVC de Santa Maria da Feira, localizado no Europarque, está a acontecer hoje, dia 4 junho.

Segundo o SITEU, estão marcadas 1.117 vacinas para quatro ‘boxes’ (oito enfermeiros) das 09:00 às 17:00, e que em “idênticas situações anteriores de vacinação existiram oito boxes para oito enfermeiros e as marcações de vacinas eram cerca de 1.500, mas com horário alargado das 09:00 às 20:00.

O sindicato acrescenta ainda que aquele CVC da Feira está a funcionar em regime de casa aberta e que podem aparecer “muitos mais utentes”.

Questionado pela Lusa sobre se estão a ser asseguradas as condições mínimas de distância de segurança no CVC da Feira, o diretor executivo do Agrupamento de Centros de Saúde (ACES) Feira Arouca, António Alves, diz que sim e assegura que não há falta de capacidade para os utentes.

“Estamos ali para servir as pessoas, vamos fazer o nosso melhor possível. Estamos bem dimensionados. Acima disto é desperdício. Na próxima semana [sexta-feira e sábado, dias 10 e 11 de junho], se acontecer alguma espera e se de facto tivermos um afluxo concentrado, vão haver condições de poder acolher as pessoas no interior e sentados”.

António Alves recordou que no máximo da capacidade, com seis ‘boxes’, chegaram a vacinar 2.100 pessoas.

“Neste momento temos quatro boxes, com oito enfermeiros mais a enfermeira coordenadora, e estamos a vacinar cerca de 1.000 . Até à hora de almoço de hoje, havia 500 utentes vacinados e a estimativa era ter mais 300 utentes até às 17:00.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.